Automedicação: por que ela faz mal para a sua saúde?

Automedicação: por que ela faz mal para a sua saúde?

Quem aí já sentiu dor de cabeça e foi correndo pegar aquele analgésico para aliviar o incômodo? Todo mundo, não é? Mas você sabia que esse tipo de comportamento não é nada recomendado? E é justamente sobre ele que nós vamos falar nesta matéria. Iremos explicar a você por que a prática da automedicação pode provocar sérios problemas de saúde. Confira:  

Por que usar medicamentos sem orientação faz mal para o corpo?

Diferentemente dos pacientes que seguem uma prescrição médica, as pessoas que fazem uso de medicamentos sem qualquer tipo de informação podem piorar uma doença mais grave. Uma leve dor nas costas que hoje pode ser aliviada com um relaxante muscular daqui a algum tempo pode evoluir para uma complicação mais séria como as escolioses degenerativas.

Vale a pena conferir:
Descubra como você pode prevenir as doenças de pele
O que é a esclerose múltipla e quais os sintomas da doença?

Quais problemas a automedicação pode causar ao organismo?

problemas-automedicacao-corpo
O uso indiscriminado de medicamentos causa reações, muitas vezes, perigosas.

É preciso ter muita cautela ao tomar medicamentos sem receita médica, pois o uso indevido dessas substâncias pode desencadear problemas que não existiam antes. Entre eles, podemos destacar:

  • A interação medicamentosa que, na maioria dos casos, é resultado de uma combinação de vários agentes que acabam potencializando a ação de apenas um deles.
  • A resistência de microrganismos porque quanto mais tomamos antibióticos, mais deixamos as bactérias invasoras fortes, comprometendo assim a eficácia do tratamento.
  • A intoxicação que ocorre, principalmente, quando tomamos em excesso um determinado anti-inflamatório, analgésico ou antitérmico. O consumo exagerado dessas substâncias pode afetar o bom funcionamento de vários órgãos e até levar à morte.
  • A dependência, pois devido ao alívio proporcionado pelo medicamento a pessoa passa a entender que não consegue mais viver sem ele. E uma das consequências desse vício é a perda de efeito da substância.

Ler a bula é importante

Muito provavelmente você não presta atenção ao que está escrito na sua bula, não é? O que é um erro porque ela contém todas as informações sobre o medicamento que você pretende tomar. Tem a indicação, a posologia, as reações, as precauções, etc. Na dúvida, é sempre recomendável procurar um farmacêutico ou um profissional de saúde habilitado para não cometer erros que podem ser fatais.

Leia mais:
5 doenças que podem ser diagnosticadas com exame de sangue

Atenção redobrada durante a gravidez

cuidado-automedicacao-gravidez
Durante a gestação, os cuidados precisam ser redobrados em relação à automedicação.

Ao longo da gestação, as futuras mamães precisam ficar alertas na hora de tomar medicamentos que possam prejudicar o desenvolvimento do bebê. Um comprimido errado pode pôr tudo a perder, por isso toda vez que a mulher se sentir mal, é importante levá-la ao médico. A recomendação vale até mesmo para os produtos naturais como chás e ervas.

Cada organismo reage de uma forma

Outro cuidado também tem a ver com o fato de você não se basear na experiência de outras pessoas para comprar um medicamento (por mais simples que ele seja). Como cada organismo responde de modo diferente, é extremamente perigoso ignorar o seu histórico de saúde. Consulte o seu médico.

Gostou do conteúdo? Então agora você tem que conhecer o nosso guia exclusivo e totalmente gratuito sobre as doenças cardiovasculares mais comuns. Saiba como preveni-las do jeito certo e veja também os sinais que mostram que algo não vai bem com o seu coração, os alimentos e os esportes mais indicados e uma seleção de conteúdos superinteressantes para você manter o seu corpo sempre saudável.

Para acessar o conteúdo completo, basta clicar aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.