Epistaxe – Sangramento nasal

Home / Sem categoria / Epistaxe – Sangramento nasal
Epistaxe – Sangramento nasal

Epistaxe – Sangramento nasal

Epistaxe é o sangramento pelo nariz, pode ser pelas narinas ou, posteriormente, drenando do nariz pela boca.

As causas locais correspondem a 90% casos e acometem a região anterior do nariz, por conta disso são autolimitadas e controláveis por uma simples compressão da narina acometida.

Porém, existem casos mais graves, geralmente as posteriores que são responsáveis por 10% dos casos e que constituem uma emergência, pelo risco de vida, pois levam a uma grande perda sanguínea por acometerem ruptura de artérias nasais.

As causas mais frequentes são as infecções de vias aéreas superiores, rinosinusites, e inflamatórias alérgicas, crônica, como a Rinite ou agudas por exposição a substâncias irritantes inaladas ou tópicas é o caso da exposição à fumaça, agentes químicos e/ou substância como medicações para desentupir o nariz, os chamados vasoconstrictores nasais. O uso de substâncias ilícitas, inaladas, podem também ser causa da Epistaxe, existem medicações que contribuem para aumentar as chances do sangramento nasal, porque alteram o tempo de coagulação, são exemplos: AAS, varfarina, clopidogrel, desmopressina, etc…

As doenças como hipertensão arterial, doenças renais e hepáticas, desnutrição, leucemia, o tratamento com quimioterapia e radioterapia e causas locais que vão de traumas, tumores, vasculares até a presença de corpos estranhos no nariz são também causas da Epistaxe.

Diante das inúmeras causas da Epistaxe, torna-se necessário, principalmente em eventos repetidos, que o médico Otorrinolaringologista seja procurado para o diagnóstico e, consequentemente, tratamento mais adequado.

Caso você seja surpreendido com um sangramento nasal, EPISTAXE, o que fazer?

Até que possa ser atendido por um médico Otorrinolaringologista ou chegar a emergência de um Hospital, segue uma orientação eficiente:

Se estiver apresentando um sangramento neste momento, inicialmente mantenha a clama, a maioria das Epistaxe melhoram espontaneamente em alguns minutos e não necessitam de atendimento médico de urgência. Comprima a parte lateral do nariz contra o septo do lado afetado por alguns minutos, sente-se de forma ereta, não levante e nem abaixe a cabeça. Pode-se colocar um algodão dentro da narina embebido em água oxigenada para ferimentos ou medicações vasoconstrictoras como: Afrin, Aturgyl, Sorine adulto, Neosoro, etc, e depois continuar a compressão por pelo menos 5 a 10 minutos. Após cessar o sangramento, não force para assuar o nariz, pois poderá provocar novo sangramento. Não introduza nada nas narinas nem tentem limpá-las com cotonete, dedo, pinças, lenços, papel higiênico. Use umidificadores ou toalhas molhadas para umidificar o ambiente. Naqueles casos, que estas manobras não sejam suficientes para suspender a Epistaxe, deverá imediatamente procurar atendimento médico numa Emergência hospitalar.

 

Artigo por:

Dr. Epifanio Pereira

CRM AM 8478 – Otorrinolaringologista

Deixe uma resposta

seu e-mail não será publicado.