O que é o diabetes e qual é a sua ligação com a genética?

O que é o diabetes e qual é a sua ligação com a genética?

Para driblar a falta de tempo devido à correria do dia a dia, é comum trocarmos alimentos saudáveis por outros cheios de sal e açúcar, dormirmos mal e deixarmos de praticar exercícios físicos. Só que esses comportamentos comprometem o bom funcionamento do organismo e favorecem o aparecimento de graves complicações como o diabetes tipo 2, uma doença considerada silenciosa e muito perigosa.

Mas se engana quem pensa que apenas fatores externos contribuem para o surgimento desse tipo específico de diabetes, já que os culpados também podem ser o seu pai e a sua mãe. Calma, não é o que você está pensando. Continue a sua leitura para entender melhor.

Qual é a relação entre o diabetes e a genética?

diabetes-saude
Fatores genéticos podem influenciar na herediateriedade da diabetes.

Alguns estudos científicos têm apontado que os genes dos pais influenciam diretamente na resistência dos filhos à insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas que permite a entrada de glicose nas células para ser transformada em energia. Pesquisas recentes mostram que se o pai ou a mãe for diagnosticado após os 50 anos, a chance de a criança desenvolver diabetes tipo 2 é de 1 em 13. Porém, se esse mesmo pai ou essa mesma mãe for diagnosticado antes dos 50 anos, o risco é de 1 em 7.

Outras matérias que são relevantes para você:
5 doenças que podem ser diagnosticadas com exame de sangue
Estresse: saiba como o problema pode prejudicar a pele!

E quais são os principais sintomas do diabetes tipo 2?

Como falamos um pouco mais acima, esse tipo de diabetes costuma ser assintomático. Entretanto, os primeiros sinais de que algo de errado está acontecendo são:

– As infecções frequentes (na bexiga, nos rins e na pele, principalmente);
– O formigamento nos pés;
– A vontade de urinar várias vezes;
– A sede e a fome constantes;
– A visão embaçada;
– As feridas que demoram para cicatrizar.

guia-cuidados-com-coracao

Há uma forma de se prevenir?

Sim. Como as causas relacionadas ao diabetes tipo 2 estão muito ligadas a uma rotina de costumes que não são saudáveis, as formas de prevenção miram justamente nesses pontos. Por isso, é superimportante que você:

– Pratique exercícios físicos todos os dias;
– Reduza o consumo de carboidratos (atenção para as massas);
– Inclua fibras na alimentação presentes em flocos de aveia, pães integrais e grãos como o arroz e o milho;
– Maneire na ingestão de bebidas alcoólicas;
– Evite medicamentos que agridem o pâncreas.

Quais cuidados tomar após receber o diagnóstico positivo?

Além de focar nas orientações voltadas para a prevenção do diabetes tipo 2, é essencial que você:

– Faça as medições regulares de insulina;
– Mantenha distância de saunas e escalda pés (para não desencadear quadros de angiopatias e outros problemas no coração);
– Aumente os cuidados com os olhos;
– Corte o cigarro que aumenta as chances de infarto;
– Tome os medicamentos conforme a orientação médica.

Não custa reforçar a mensagem: consulte sempre um especialista. Somente ele poderá ajudar você a descobrir se há tendências para o surgimento de doenças como o diabetes tipo 2. Com os exames certos, é possível começar o melhor tratamento antecipadamente, ou seja, mais chances de recuperação para levar uma vida tranquila.

Gostou do conteúdo? Então não deixe de conferir como você pode prevenir as principais doenças que afetam a sua pele. Criamos uma matéria superlegal com informações preciosas sobre o assunto. Para ler o blog post completo, é bem simples: basta clicar aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.